Sequência didática de leitura: Caminhos do verde -3

Serra da graciosa Mata atlântica 19 py5aal

Image via Wikipedia

Sequência didática de leitura: Caminhos do verde -3

Conhecendo a Mata Atlântica

Objetivo:

Definir critérios de buscas de indicações para conhecer parte da Mata Atlântica.

Identificar as indicações encontradas.

Ler as recomendações e selecionar um passeio para ser feito.

Desenvolver procedimentos de uma leitura inspecional.

Desenvolver capacidade de localizar, inferir e generalizar informações.

Conhecer meios e recursos para pesquisar possibilidades de lazer colocadas para o paulistano.

Construir pesquisas de informações a partir de referências específicas de conteúdos.

Etapas:

Organizar atividade de pesquisa no coletivo e em círculo.

Material de passeio sobre a Mata Atântica.

Solicitar aos alunos a ~pesquisa e indicação de passeios à Mata Atlântica, listas de locais, tematizar os conteúdos e perguntar aos alunos se nos passeios estão incluídos as matas nativas da região.

Possibilidades de pesquisa sobre a Mata Atlântica: Mata da Juréia no litoral Sul de São Paulo, a nascente do Rio Tietê, o Jardim Botânico, o Pico do Jaraguá, Parque Estadual da Cantareira, Parque Ecológico do Guarapiranga, Parque Ecológico do Tietê, entre outros locais.

Selecionar trê ítens e iniciar a pesquisa de textos para leitura inspecional. guia de São Paulo, sites eletrônicos , e algumas visitas.

Susgetão de sites:

http://www.saop.br/aulo.sp.gov.br/saopaulo

http://www.prefeitura.sp.gov.br/mapa_verde/asp/home.asp.

http://www.ibot.sp.gov.br/educ_ambiental/educar_conservar.htm.

Atividade a partir do 5º ano do ensino de 9 anos

Material de apoio: Guias de orientações didáticas do professor do 4º ano do ensino de 8 anos.

Sequência didática de leitura : “Caminhos do verde” -2

Sequência didática de leitura : “Caminhos do verde” parte 2

Atividade: Investigando portadores de recomendações de atividades de lazer.

Objetivo: Conhecer meios e recursos para pesquisar sobre possibilidades de lazer .

Construir procedimentos de pesquisa de informações a partir de referências específicas de conteúdos.

Entrar em contato com portadores – que podem ser fontes de informações e respeito do tema.

Desenvolver capacidade de localizar, inferir e generalizar informações.

Desenvolver procedimentos de leitura inspecional.

Tarefa: Pesquisar diversos portadores, buscando indicações de atividades de lazer.

Reconhecer portadores, veículo, seção,cadernos, encartes, no qual as indicações estão publicadas.

Leitura inspecional

Tem duas funções específicas: primeiro prevenir para que a leitura posterior não nos surpreendae, segundo, para que tenhamos chance de escolher quais materiais leremos, efetivamente. Trata-se, na verdade, de nossa primeira impressão sobre o  livro. É a lçeitura que comumente desenvolvemos nas livrarias.

Organizar a atividade no coletivo, com textos de suplementos de jornais que contenham dicas culturais, revistas e outros materiais nos quais podemos encontrar dicas de lazer.

Escrever avaliação final sobre o que foi estudado : tipo de portador, o nome do Jornal ou da revista, tipo de encarte ou caderno e  o nome, quais as recomendações estão publicadas, tipo de seção.

Atividade para o 5º ano do ensino de 9 anos.

Material de apoio Guias de Orientações didáticas do 4º ano de 8 anos, livro do professor – SME

Sequência didática: Estudo de pontuação -3

Sequência didática: Estudo de pontuação -3

Atividade utilizando a leitura e escrita de crônicas.

Estudando maneiras de introduzir as falas dos personagens

Objetivo: Analisando duas maneiras de introduzir o discurso do personagem na fala do narrador, o discurso direto e o indireto.

Reconhecer os efeitos de sentido de cada uma das maneiras que o leitor produz.

Nomear com termos linguísticos adequados.

Etapas: Formação de duplas que ao final da atividade deverão apresentar suas conclusões.

Distribuição do texto de uma crônica  para cada aluno realizar a leitura e estudar os discursos diretos e indiretos do texto.

Transformar os discursos direto e indireto sob a ótica do leitor.

De acordo como texto de uma crônica a ser trabalhado, a professora tem a intenção de levar o aluno a perceber que o discurso direto em geral retrata com mais fidelidade as reações e emoções de quem fala, do personagem presente no texto.

Já no discurso indireto, as reações e emoções estão presentes na fala do narrador, provocando um certo distanciamento do leitor com o personagem.

Finalizar com as conclusões que as duplas chegarm sobre o estudo.

Material: A professora pode selecionar um trecho da crônica estudada, passando o trecho com discurso direto e o mesmo trecho com o discurso indireto.

Pode-se formular questões  sobre qual texto dá a impressão de retratar com mais fidelidade as reações de que fala diante da situação que possa aparecer?

Registrar qual texto é discurso direto ou indireto.

Atividade a partir do 5º ano do ensino de 9 anos.

Material de apoio Guia de orientação didática – livro do professor 4º ano do ensino de  8 anos.

Sequência didática de leitura: Caminhos do verde parte 1

Sequência didática de leitura: Caminhos do verde parte 1

Introdução: Essa sequência didática de leitura tem como finalidade principal auxiliar os alunos na construção de competêrncias para consultar materiais que forneçam informações sobre o planejamento de passeios .

Implica na construção de procedimentos de busca de informações em material de leitura de diversas naturezas, como texto de divulgação científica,mapas e roteiros. requer dos alunos a utilização das informações em um planejamento efetivo das atividades, envolvendo, inclusive, avaliação da viabilidade da mesma, considerando pertinência e custos.

Pode ser desenvolvidos vários tipos de atividades como:

Localização de informação

Comparação de diferentes textos ( organizados em diferentes gêneros)

Redução da informação semântica e generalização

Avaliação das propostas segundo critérios de viabilidade e condições pessoais.

Apreciação estética e afetiva de aspectos voltados para o passeio.

Material a ser pesquisado e lido pelos alunos um mesmo tema com a diversidade de gêneros.

Atividade para o 4º ano e 5º ano  do ensino de 9 anos da educação fundamental I

Material de apoio: Guias de Orientações didáticas – livro do professor SMESP.

Sequência didática: Estudo de pontuação -2

Sequência didática: Estudo de pontuação – 2

Atividade: Lendo uma crônica para contextualizar  o estudo

Objetivo: Contextualizar os enunciados que serão tomados como referências para o estudo da introdução da fala do personagem no discurso do narrador.

Ler  texto  de crônica selecionado pela professora, ativando o conhecimento prévio sobre o autor e gênero, para poder realizar antecipações a respeito do conteúdo.

Discutir o conteúdo do texto, buscando a compreensão mais aprofundada do mesmo.

Etapas: Atividade coletiva

Cópias dos textos para cada aluno

Conversar com os alunos sobre a finalidade da atividade e sobre como estarão organizados para desenvolvê-las.

Sugestão de texto crônicas de Luís Fernando Veríssimo ou Carlos Eduardo Novaes.

De Carlos Eduardo Novaes – A cadeira do dentista e outras crônicas. São Paulo (SP) Editora Ática 1995.

Texto O marreco que pagou o pato página 77-81

Material de apoio: Guia de Orientações Didáticas do professor 4º ano PMSP

Atividade a´partir do 5º ano do ensino fundamental I

Sequência didática: Estudo de pontuação-1

Luis Fernando Veríssimo

Sequência didática: Estudo de pontuação – 1

Discurso direto ou indireto em gêneros da esfera literária: Contos, crônicas, lendas, fábulas

Nos textos citados acima que marcaa fala de algum personagem, quando introduzida no discurso do narrador, comumenta tratada como “pontuação de diálogo”, costuma ser trabalhada em classe de maneira linear, com a utilização de travessão.

As atividades posteriormente a ser estudados conterá: dois pontos, parágrafos e travessão inicial; dois pontos e aspas; dois pontos, parágrafo e áspas.

Estudar as crônicas de Luís Fernando Veríssimo e Carlos Eduardo Novaes.

Etapa inicial: discutir com os alunos as questões sobre discurso direto e indireto, passa-se para a reflexão das marcas linguísticas dos dois tipos de discurso direto e a pontuação do discurso indireto.

A próxima etapa  estará dividida em atividades e tarefas utilizando-se a leitura de crônicas.

Atividade para alunos do 5º ano do ensino de 9 anos do fundamental I

Material de apoio – Guia de Planejamento e Orientações  didáticas para o professor do 4º ano ensino fundamental I de 8 anos.

Imagem: Luís Fernando Veríssimo

Próxima Entradas mais recentes

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores