Produção de verbetes

157

Image by willy_ochayaus via Flickr

Objetivos:

-Relacionar o verbete de enciclopédia infantil à situação comunicativa e ao suporte em que circula originalmente.

– Produzir verbete a partir de informações coletadas em pesquisas prévia, levando em conta o gênero e o seu contexto de produção.

-Revisar e editar o texto focalizando os apspectos educativos na análise e reflexão sobre a lingua e linguagem.

-Identificar com o auxílio do professor, possíveis elementos da organização interna do verbete: título, organizdos e expansão do tema.

-Examinar o uso de recursos gráficos no verbete, negrito, itálico, marcadores e numeração.

_ Compreender a função dos numeração.

– Compreender a função dos numerais na orientação de submissão do tema.

Encaminhamentos:

A atividade deverá ser dada com a ajuda da profesora.

Os alunos realizarão a atividade individual e em duplas.

Conhecer bem o assunto a ser pesquisado.

Modelo de atividade:

Escolha uma espécie de animal

Iniciar o verbete pelo nome do animal em destaque (negrito) como entrada do verbete.

Colocar entre parênteses, a origem do nome do animal se possível o nome científico.

Escrever de modo resumido a principal característica de alimentação desse animal, se é herbívoro, insetívoro, carnívoro, onívoro, se come mais frutas, insetos, peixes ou sobres de outras espécies, se vai em busca de alimentos, à noite ou de dia.

Relacionar outras características do animal, onde vive, se tem predadores, se é selvagem ou doméstico, se é terrestre ou aquático, se voa ou não.

Desenvolver a explicação dos hábitos alimentares da espécie.

Fazer um desenho para ilustrar o verbete.

Atividade realizada a partir do 4ºano do ensino fundamental de 9 anos.

Material de apoio – Caderno de apoio e aprendizagem Língua Portuguesa 4º ano.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Mediação entre o texto e o aluno leitor

Alguns livros da colecção Uma Aventura.

Image via Wikipedia

Considerando que a prática de Leitura se realiza como interação entre textos e leitores, há tarefas que todos os professores como mediadores de leitura precisam realizar antes , durante e depois da mesma.

Antes da leitura

– Levantamento do conhecimento prévio sobre o assunto.

– Expectativa em função do suporte.

– Expectativa em função dos textos de capa, quarta-capa, orelha, etc.

– Expectativa em função da formação do gênero (divisão em colunas, segmentação do texto…).

– Expectativas em função do autor ou instituição responsável pela publicação.

– Antecipação do tema ou idéia principal, a partir dos elementos para textuais, como títulos, subtítulos, epígrafes, prefácios, sumários.

Antecipação do tema ou idéia principal a partir do exame de imagens ou de saliências gráficas.

-Explicitação das expectativas de leitura a partir da análise dos índices anteriores.

– Definição dos objetivos da leitura.

Durante a leitura

– Confirmação ou retificação das antecipações ou expectativas de sentido criadas antes ou durante a leitura.

– Localização ou construção do tema ou da idéia principal.

– Esclarecimentos de palavras desconhecidas a partir de inferências ou consultas a dicionários.

– Identificação de palavras- chave para a determinação dos conceitos veiculados.

– Busca de informações complementares em textos de apoio e subordinados ao texto principal ou por meio de consulta a encicloédias, internet e outras fontes.

– Identificação das pistas linguísticas responsáveis pela continuidade temática ou pela progressão temática.

Utilização das pistas linguísticas responsáveis por introduzir no texto a posição do autor.

-Identificação do leitor-virtual a partir das pistas linguísticas.

-Identificar referenciais a outros textos, buscando informações adicionais  se necessário.

Depois da leitura

– Como a idéia que o texto apresenta se relaciona com o leitor.

– Como as proposições sustentadas pelo autor se relaciona com o leitor.

– O tema abordado com a época.

– Compartilhar e avaliar as conclusões ou dúvidas que o leitor apresenta após a leitura, o que aprendemos ou o que precisamos aprender.

Material de apoio – Livro sobre concepção de leitora do Referencial  de leitura e escrita -SMESP.

Seleção e síntese de informações – produção de um resumo

A nova roda dos alimentos

Image via Wikipedia

Objetivo:

Elaborar sínteses de textos lidos, considerando questões que surgiram durante a leitura.

Etapas: Formar grupos de pesquisas

Material livros, textos, revistas.

Os alunos devem ter dois textos diferentes que falem sobre o mesmo tema.

Orientar os alunos na elaboração de uma síntese dos dois textos em um texto único.

Como modelo

Os alunos estão estudando textos sobre a conservação de alimentos.

em um dos textos é comentado sobre a pasteurização e em outro a conservação de alimentos em embalagens treta pack .

Os alunos deverão elaborar questões para organizar  o resumo.

Por que o homem conserva os alimentos?

Quais tipos de procedimentos podem conservar os alimentos?

Onde podemos inserir a pasteurização?

Por que é importante esse procedimento de conservação?

Existem alimento que estão conservados em latas, por quê?

A partir de algumas questões o aluno faz o levantamento dos principais itens que estão contidos nos textos e a partir das questões respondidas elaborar um resumo  que permita que os alunos realizem leituras para estudar e aprender.

Atividade a partir do 4º ano do ensino de 9 anos.

Indicação de leitura e pesquisa – Manual ECO Kids

Cover of "EcoKids: Raising Children Who C...

Cover via Amazon

Manual ECOKids da autora Marli Mitsunaga – Editora Caramelo

Estou indicando a leitura deste livro pois ajuda as professoras e professores a pesquisar e organizar atividades em sala de aula sobre ecologia, cidadania, saúde, cultura e diversão.

O manual auxilia as crianças e educadores a conscientizarem sobre as questões da sociedade em que vivem proteger o meio ambiente, é bem ilustrado.

As ilustrações são bonitas e interessante para os alunos, é um dos livro que existe uma fila de espera no dia de empréstimo de livros na sala de aula.

Está dividido por vários temas que podem ser estudados pelas crianças.

Tem também o site do ECOkids

http://www.2.uol.com .br/ecokid/

Traz jogos, receitas, pesquisas sobre meio ambiente para os alunos que estão na net.

Atividade de Verbetes de curiosidade e dicionários

quisera eu ter o poder de domar as palavras, p...

Image via Wikipedia

Objetivo: Levar o aluno a aprender a pesquisar definições desconhecidas e palavras que não conhecem.

Etapas:

Distribuir dicionários para cada aluno, livros de verbetes de animais a cada dupla e na aula de informática a pesquisa na internet.

Na primeira etapa distribuir os dicionários e solicitar aos alunos a pesquisas de palavras de um determinado texto de informação científica e de um texto jornalístico com as suas definições nos dicionários.

Atividade realizada: os alunos no início tiveram dificuldade em manusear o dicionário, alguns dos dicionários que foi levado para a sala não continha as palavras a serem pesquisadas, os alunos anotaram as palavras não encontradas para pesquisar na rede e encontrar a definição.

Alguns alunos se direcionaram pela letra inicial que aparece em todo o dicionário para depois encontrar as palavras, no  início alguns alunos achavam desnecessário o uso do dicionário,então foi lançado um desafio para verificar se o que eles sabima era o mesmo que estava definido no dicionário, após esse início os alunos começaram a procurar a definição de outras palavras.

Atividade a partir do 4º ano do ensino fundamental de 9 anos.

Sequência didática Reciclagem conceitos e soluções

Zoológico de São Paulo

.

Reutilizar – reutilizar produtos em outras tarefas ou funções, ou criar uma nova forma de utilização dos produtos.

Reciclar – é um processo em que os materiais são reaproveitados para um novo material ou produto de maneira a consumir menos os recursos naturais.

Separar  e reciclar é importante:

vermelho – plástico. garrafas Pet, potes de margarina, etc.

laranja resíduos perigosos – pilhas, baterias.

amarelo – metais – latas de refrigerante.

verde – vidros – garrafas.

azul – papéis – jornais, revistas, cadernos usados.

roxo  – resíduos radioativos – embalagens de pesticidas.

cinza – resíduos não reciclaveis – CDs

marrom – resíduos orgânicos – restos de alimentos.

preto  – madeira – restos de construções.

branco resíduos ambulatoriais – seringas, esparadrapos.

Atividade adequada para todos os anos do ensino fundamental

A Mata Atlântica e sua história parte 2

Serra da graciosa Mata atlântica 18 py5aal

Image via Wikipedia

Texto Desmatar não é preciso ( A situação no Brasil)

(…)

O Brasil é dono de uma das maiores biodiversidades ( diversidade biológica) do mundo. Possui ainda inúmeros recursos de fundamental importância para todo o planeta – ecossistemas, como as florestas tropicais, o pantanal, o cerrado, os mangues e restingas, a água doce. No entanto, a história do Brasil, desde o início, é marcada pela destruição de suas florestas e de outras regiões. Começou na Mata Atlântica,  com os portugueses explorando o pau-brasil e comercializando a tinta e a madeira para os nobres europeus. Em alguns locais, no lugar da mata plantaram-se extensas áreas de monocultura, como a cana de açúcar, para os engenhos . Ainda hoje nos Estados de Rondônia e Roraima, entre outros, grandes áreas de florestas são derrubadas para dar lugar a pastos para a criação de gado.

Investigações em arquivos do Brasil e de Portugal revelam algumas manifestações de preocupações com o meio ambiente que deixaram raízes na cultura brasileira. Em 1823, logo após a independência do Brasil,José Bonifácio de Andrada e Silva redigiu uma representação à Assembléia Constituinte e Legislativa sobre a escravatura, onde fazia defesa  dos recursos naturaris do País.

No século XIX, foi constatado a falta de água para a cidade do Rio de Janeiro em função da destruição da Mata Atlântica, que cederam lugar a grandes fazendas do café. Em 1881, o então imperador do Brasil, Dom Pedro II, tomou a decisão, revolucionária para a época, ordenando a retirada dos fazendeiros e dos cfezais da região e o reflorestamento dessa áreas com espécies nativas da Mata Atlântica. Assim, foi criado o que hoje conhecemos de Parque Estadual da Tijuca, localizado no coração do Rio de Janeiro, separando a zona norte da zona sul da cidade.

O trabalho foi realizado pelo major Manoel Gomes Archer que, com a ajuda de seis escravos, plantou 60 mil árvores durante 13 anos. O reflorestamento foi tão bem-sucedido que animais como macacos, bichos-preguiça, cobras, pássaros e borboletas voltaram a viver na floresta e podem ser vistos com frequência  por quem viaja no trem do Corcovado. E o Parque Nacional da Tijuca foi escolhido com símbolo da Rio-92, a “Conferência Mundial de Meio Ambiente”.

No entanto, apesar de medidas como essa, a utilização predatória das matas e de outros recursos naturais rem prosseguido ao longo dos séculos, gerando um quadro de devastação e desolamento. A Mata Atlântica estendia-se por 17 Estados, desde o rio Grande do Sul até o Ceará, na região do Nordeste brasileiro, compreendendo uma extensão de 5 mil quilômetro. Essa região costeira abrange diversas altitudes e pode ser classificada em diferentes ecossistemas, caracterizados por uma extensa biodiversidade. Devido ao processo de urbanização e ao crescimento da população do litoral, aos florestas vêm sendo drasticamente devastadas. (…) “.

Quais outros textos sobre a Mata Atlântica podemos estudar.

Fonte http://www.educarede.org.br

Atividade para o 4º ano em diante do ensino fundamental.

Material de apoio Guias de planejamento e orientações didáticas 4º ano livro do professor SMESP.

 

 

 

 

 

Entradas Mais Antigas Anteriores