Atividade : Sistema monetário brasileiro

One Real

Image via Wikipedia

Objetivo:

Utilizar conhecimento sobre as operações matemáticas nas situaçõoes do cotidiano que abrangem o sistema monetário brasileiro.

Etapas:

Atividade a ser realizada em duplas.

Cópias de atividades com situações problemas.

Verificar em uma conversa com os alunos sobre as experiências que vivenciaram  no cotidiano referente ao uso do dinheiro.

Verificar o conhecimento dos alunos quanto aos valores das cédulas e das moedas em circulação hoje no Brasil.

Circular na sala de aula e verificar quais estratégias os alunos utilizam no cálculo mental.

Socializar as diferentes estratégias utilizadas pelos alunos.

Modelo 1. Ajude o Paulinho a escolher o lanche.

Paulino e sua turma do 3º ano foram a uma excursão em um parque Paulinho tem R$ 10,00 para comprar o seu lanche. Na lanchonete observou os seguintes preços:

Lanchonete do Tio André   Refrigerante …R$1,80

Salgados…R$ 1,25

Hot-dog…..R$ 2,50

Misto Quente…R$ 3,50

Ele decidiu comprar 1 refrigerante  , 1 misto quente e 1 salgado.

Ele poderá comprar esses ítens com o dinheiro que tem?

Qual valor que vai sobrar do dinheiro ou vai gastar tudo?

Quanto sobrou?

Proponha com frequência outras situações problemas que envolva cálculos com sistema monetário em outros modelos.

Anúncios

A importãncia do projeto didático – estudo parte 1

Objetivos:

tornar a criança como protagonista da própria aprendizagem;

– elaborar, conjuntamente com a turma, algumas propostas a serem desenvolvidas;

– experimentar, na prática, a construção coletiva de um empreendimento, o que tende a fortalecer o espírito de grupo.

– construir algumas certezas compartilhadas  e discutir incertezas;

– contextualizar as propostas, o que é sempre uma vantagem pedagógica;

– aproximar a” versão escolar” e a” versão social” de práticas e conhecimentos tomados como conteúdos e planeja situações didáticas que se assemelham  ao que acontece fora da escola.

-Responder ao mesmo tempo a objetivos didáticos e objetivos da realização  do aluno, nem sempre soincidentes;

– o trabalhar a favor de dois produtos ao mesmo tempo: o que é previamente definido   podem ser divididos em atividades sequenciadas, atividades permanentes, projetos e atividades ocasionais.

Material de apoio A criança de 6 anos no ensino fundamental I.

Atividade: O poema conta uma história

rua olavo bilac

Objetivos:

Apreciar poemas lidos e recitados.

Etapas:

Estudar poesias de Olavo Bilac.

Escolher um poema, fazer o levantamento prévio do título e do autor

Leitura breve de uma biografia de Olavo Bilac.

Recuperar o conhecimento prévio sobre o g~enero poema narrativo.

Modelo de poema de olavo Bilac para leitura e conhecer uma poesia narrativa.

A Boneca

Olavo Bilac

Deixando a bola e a peteca,

Com que inda pouco brincavam.

Por causa de uma boneca,

Duas meninas brigavam.

 

Dizia a primeira: “É minha!”

– É minha a outra gritava;

E nenhuma se continham.

Nem a boneca largava.

 

Quem mais sofria (“coitada!”).

trecho da poesia narrativa.

atividade para alunos do 4º ano do ensuno fundamental de 9 anos em diante.

Material de apoio – Caderno de apoio e aprendizagem

 

 

 

 

 

Introdução sobre poesia narrativa

Title page cover! of Os Lusíadas, in 1572 edition.

Image via Wikipedia

A poesia ou o poema é para sentir, entender e contar uma história.

Nos poemos existe uma série de assuntos tais como: violência, amor, carinho, acontecimentos, vida e morte, alegria e tristeza, entre outros .

Falar com os alunos que a poesia sempre esteve relacionada com a música, por causa do ritmo e sonoridade. A poesia transmite as emoções, em uma liguagem mais dirigida à sensibilidade do que ao raciocínio lógico.

Na antiguidade os poetas recitavam história de deuses e heróis, é daí que tem origem a poesia narrativa.

A poesia narrativa apresenta personagens, ambientes, acontecimentos de um modo a sensibilizar o leitor.

Muitas fábulas foram contadas naoralidade em forma de poema narrativo e depois na forma escrita, com as fábulas de Jean La Fontaine no século XVIII, Os Lusíadas de Camõesnno século XVI, ou a Ilíada ou Odisséia de Homero so século VIII a.C.

Existem várias adaptações para crianças desses poemas , até mesmo em quadrinhos.

A poesia pode ser trabalhada com os alunos em todos os anos do ensino fundamental I

Material de apoio: Caderno de apoio e aprendizagem Língua Portuguesa livro do professor, 4º ano de 9 anos SMESP.

Atividade extra-classe Oshibana Art

Description unavailable

Image by daedrius via Flickr

O oshibana é uma técnica onde realizamos a secagem especial de flores e folhas além de cascas de legumes são montados figuras e imagens da natureza e com uma pinça são montados painéis sob uma placa de vidro com aves flores, florestas, animais. fotos tiradas na exposição de Oshibana Art na MEGA Artesanal 2011. O Panda foi feito de flores e folhas.

Atividade de produção de poesia narrativa -1

Árvores gigantes (Avaré) REFON

Image via Wikipedia

Objetivo:

Permitir que o aluno exercite as várias maneiras de escrita de uma poesia narrativa.

Etapas: Conversar com os alunos sobre a escrita de uma poesia narrativa.

Escolha de um tema a ser trabalhado

Modelo – Qual a importância de preservarmos as árvores e sua relção com o homem e o meio ambiente.

Os alunos decidiram que deveria ter 5 estrofes com 4 versos cada as rimas apareceriam intercaladas como nas quadrinhas.

Escolheram uma árvore frutífera e suas aventuras e desventuras em um campo de eucaliptos, na realidade os alunos humanizaram a árvore como um pedido de socorro para ser preservado.

Atividade ideal a partir do 4º ano do ensino de 9 anos da educação fundamental.

 

Atividade de Fábulas para trabalhar o bulling com os alunos

bijari4

Image by SESC São Paulo via Flickr

Objetivo:

Conscientizar os alunos sobre as questões que envolvem o bulling criando fábulas.

Etapas:

Conversar com os alunos sobre o bulling.

Sugerir aos alunos a escrita de uma fábula moderna usando personagens  que tratam sobre o bulling.

Imagem como modelo de sugestão de atividade-imagem retirada do Google imagem

Entradas Mais Antigas Anteriores