Roteiros e itinerários – parte 2

Museu do Ipiranga

Image by WnY .'. via Flickr

I . Situação comunicativa:

Autores- empresas responsáveis pelos espaços culturais e de lazer, ou serviços como ônibus, metrô, trens, taxis.

Verificar roteiros culturas, mapas itinerparios gerados pela internet.

Finalidade: Selecionar  melhor caminho para chegar a determinados eventos.

Suporte circulação: revistas, jornais, panfletos, fôlder, folhetos, cartazes, placas, podendo ser de circulação oral ou impressos.

Os roteiros e mapas podem ser gerados pela internet.

II Forma composicional e estilo:

Roteiro: pode ser predominantemente visual, como mapas, ícones, legendas que facilitam a localização, um texto descritovo,uso de formas verbais no imperativo ou no infinitivo, para indicação de instruções.

Itinerários: Ponto de partida, locais onde haverá o deslocamento, pontos chaves, e chegada.

Mapas de localização: trabalhar com mapas de papel, na internet, lovros entre outros guias de ruas.

Atividade para o 5º ano do ensino de 9 anos

Material de apoio Caderno de Apoio e aprendizagem do 5º ano de 9 anos do ensino fundamental I PMSP.

 

Anúncios

Indo e vindo estudando itinerários, mapas e roteiros parte 1

Museu de Arte de São Paulo(MASP)

Image via Wikipedia

Intinerários, mas e roteiros de visita são o foco do trabalho com o 5º ano do ensino fundamental I, contemplando o trabalho na esfera cotidianoa ( gênero). Viver em uma metrópole como São Paulo exige o desenvolvimento de habilidades complexas, como locomover nas várias ruas que compõem os bairros.

Nas grandes cidades como São Paulo, em busca de uma sobrevivência num ambiente às vezes amigáveis outras vezes não, onde levam as pessoas a priorizar o trabalho e deixar de lado as atividades de lazer e cultura são deixados de lado.

Tanto nossos alunos como seus pais, desconhecem vários locais culturasi da cidade, por isso estaremos estudando o acesso à cultura e ao lazer.

Os gêneros roteiro e intinerário, em uma situação comunicativa, podemos inicira com os estudos na internet dos vários espaços existentes na cidade de São Paulo, fazendo uma listagem por categorias tais como museus, centros culturais, cinemas, teatros, bibliotecas,parques, shopping, ou serviços como transporte coletivos ônibus, trens e metrô.

Escolher um local a ser estudado como exemplo o MASP, intinerário, roteiro da visita que pode ser realizada.

Material de apoio: Caderno de apoio e aprendizagem do 5º ano livro do professor, Orientações curriculares do 4º ano de 8 anos SMESP.

Pesquisas no google, intinerários e mapas no google Mapa.

Atividade introdutória.

 

Pensadores da educação e seus estudos -dicas parte 1

Relação do que é estudado com os autores de cada metodologia ou obras escritas em educação:

Emília Ferreiro – A desestabilização das escritas silábicas: alternâncias e desordem com pertinências – está relacionada às hipóteses de escritas que uma criança realiza – pré silábico, silábico  sem com valor  sonoro, silábico com valor sonoro, silábico alfabético e alfabético.

 

Délia Lerner – Como o trabalho compartilhado entre os docentes favorece o aprendizado dos alunos  – está ligada aos projetos didáticos e sequências didáticas que levam o aluno a ler e a escrever.

 

Patrícia Sadovsky –  A relação entre os sentidos e as operações matemáticas – no caso as situações problemas nos campos aditivos e multiplicativos, como o aluno resolve a situação problema num primeiro momento não convencional e suas trajetória até as operações convencionais.

 

Charles Hadji – A avaliação e o fracasso escolar – avaliação continuada, avaliação formativa, a avaliação deve levar ao sucesso escolar de uma criança.

 

Isabel Solé – Estratégias de leitura – várias formas de levar a criança a ler – ler por prazer, ler para aprender, ler para estudar, sequências didáticas  em leitura.

flores

Image via Wikipedia

 

Atividade de avaliação Produção de texto

Objetivo: Avaliar os alunos sobre o que aprenderam e o que ainda precisam aprender para o próximo ano.

Etapas: Leitura de um texto de literatura infantil ou infanto-juvenil.

Pedir para os alunos realizar uma re escrita ou uma produção de texto inédito, utilizando como base a estrutura de um texto lido.

Podemos observar como o aluno utiliza as concordâncias nominais e  verbasi.

Utilizar corretamente as pontuações, parágrafos, iniciar com letra maiúscula uma frase, utilizar os tempos verbais, substantivos, adjetivos, artigos, pronomes, advérbios entre outros instrumentos.

Verificar as regularidades e irregularidades da ortografia, se o aluno apresenta o domínio da escrita.

Se o aluno foi repertoriado de bons livros, textos, com certeza ele vai ser um excelente escriba, leitor organizado.

Atividade a partir do 4º ano do ensino de 9 anos.

 

Projeto de leitura – Contos infantis I

Objetivo:

Conhecer uma hiatória de contos infantis, verificar se é uma narrativa, poesia, se é um clássico da lietratua mundial, se apareceu em teatro, bállet, cinema, as adaptações em televisão ou utilizados e publicidade.

Compartilhar com os alunos a leitura de uma mportante obra infanto-juvenil, auxiliando ou ensinando os alunos a realizarem uma boa leitura de boas histórias, criar outras situações a partir do personagem de uma leitura realizada tanto, a de voz alta, compartilhada ou oral.

Compartilhar o ler por prazer, ler para aprender e ler para estudar.

Etapas:

O livro pode ser lido coletivamente, ou quando tiver para cada aluno uma leitura individual, dentro da rotina o professor lê todos os dias a leitura em voz alta ou a leitura compartilhada.

Contextualizar a leitura, citando o autor, a importãncia da obra, a leitura da capa e da sinópse.

O professor deve ser o modelo leitor.

 

Muitas atividades podem surgir após a leitura do livro, releitura, re escrita, re conto, adaptação da leitura

continua…….

Gabinete Português de Leitura 3

Image via Wikipedia

Poesia narrativa- O poema conta uma história

Poema_de_Roca

Image via Wikipedia

Objetivo:

Apreciar poemas lidos ou recitados

Realizar a reescrita e releitura de um mesmo poema narrativo.

Etapas:

Conversar com os alunos o título de um poema, poe exemplo , ” Aoutra Chapeuzinho  Vermelho” de Jorge Miguel Mainho.

Verificar a semelhança e as diferenças do conto de fadas “Chapeuzinho Vermelho”.

Verificar a diferença de um poema com rimas e o poema narrativo.

Levar os alunos a perceber as características de pois gêneros literários, o conto da tradição oral e o poema narrativo moderno, lúdico e irreverente, bem como as diferentes abordagens do mesmo tema.

Atividade adequada a partir do 4º ano do ensino de 9 anos do  ensino fundamental .

Releitura com focalização

_MG_0785

Image by Nabil Stendardo via Flickr

Objetivo:

Refletir sobre a ortografia das palavras

Etapas:

Realizar a atividade em qualquer época do ano.

Os alunos realizarão a atividade individualmente.

Cópias de textos para realizar a atividade

Verificar os erros que estão aparecendo no texto a partir da releitura.

Você já comeu formiga?

A içá ( formiga mestra do formigueiro, também conhecida como tanajura) ten serca de 30% de goduras e 15% de proteínas. Prato comum entre os ímdios e adotado sobre tudo, pelos abitantes do Vale do \paraíba, no interiorde São Paulo, ela é consumida pura ou com farinia. Uma brincadera das criamças é justamente caçar a içá, durantes suas revoadas de acazalamento. O escritor monteiro lobato era 1 apreciador da forniga e comparava seu gosto ao do caviar( prato típico da Rúsia, feitos de ovas de estujão).

Os alunos podem utilizar o dicionário e verificar as palavras que consideram erradas ou que tem dúvidas sobre se está errado ou correto.

Atividade para alunos do 2º ano do ensino de 9 anos em diante.

Material de apoio: Guia de planejamento e orientação didática do professor do 3º ano de 8 anos. PMESP.

Entradas Mais Antigas Anteriores