Projeto didático Confabulando com Fábulas-13

Formiga bebendo nectar

Projeto Didático Confabulando com Fábulas -13

Receita para fazer uma fábula tradicional

Objetivo apresentar uma síntese das características gerais de uma fábula ( os alunos gostaram muito da atividade) pode ser feita na forma de brincadeira e receita eles conhecem.

As características do gênero são relativamente estáveis.

Lá vai a Receita (está no livro Caderno de apoio e aprendizagem Língua Portuguesa 4º ano de 9 anos Programa Ler e Escrever Orientações Curriculares Livro do Professor página128/livro do aluno página 94 , Prefeitura da Cidade de São Paulo, Portal da Prefeitura da Cidade de São Paulo, biblioteca pedagógica.

Receita

Ingredientes

. 1 moral de história que poderá estar escrita ou escondida no texto e cuja intenção seja mostrar uma lição, ensinamento ou crítica.

. 2 ou 3 personagens apresentadas rapidamente, com qualidades ou atitudes bem diferentes, sempre ligadas a situações humanas.

. 1 problema (conflito) de rápida solução.

. Tempo e luga meio vagos, sem muito detalhamento.

. 1 voz de narrador.

. falas das personagens a gosto.

. 1 sequência de ações.

. 1 fim que surpreende ou exemplifica o que se quer ensinar ou criticar.

(Um) Modo de fazer

Em uma forma pequena, pegue a voz do narrador e, com ela, descreva de forma curta e rápida uma situação inicial, acrescentando tempo e lugar meio vagos e as personagens escolhidas. Em seguida, coloque esses personagens em situação de conflito . Acrescente as ações e vá regando tudo com intenção. Você poderá incluir as vozes das personagens durante o preparo. Por último, acrescente o fim que expresse bem a intenção escolhida.

Pronto! Em poucas linhas você terá uma fábula tradicional. Sirva-as nas situações em que puder tirar mais proveito delas.

Esta atividade foi bem produtiva, pois os alunos escolheram algumas fábulas conhecidas e localizaram as instruções que apareciam na receita, e produziram  outras fábulas mais proximas com o seu cotidiano,colocando a criança como um coelho ou rato ou tartaruga em jogos e brincadeiras, com uma moral de conclusão.

Anúncios

Projeto didático – Confabulando com fábulas 11

Formiga

Projeto didático – Confabulando com fábulas 11

Para saber mais sobre as fábulas

Os alunos já leram várias fábulas, e também versões de determinadas fábulas, releituras modernas,ou fábulas tradicionais. Agora vem as perguntas:

De ondem vieram as fábulas?

Por que esta ou aquela fábula é de determinado autor ou de outro autor?

Quem começou a divulgar as fábulas ?

São questões e dúvidas que irão surgir neste ponto do projeto.

De onde vieram as fábulas?

Segundo os estudiosos do assunto, as fábulas vieram do Oriente, mais precisamente da Índia por volta do século VIII a.C.( os alunos irão perguntar que tempo é esse?). De lá terão seguido para a Pérsia, a China e o Japão. Somente no século VI a. C., elas teriam chegado à Grécia e  a Roma por meio de Esopo. ( Os alunos perguntam,” Nossa professora deve ser bem velho, não é ?”

A partir dessa indagações podemos fazer uma pesquisa em livros, na internet, sobre esses períodos e lugares onde a fábula percorreu.

( os alunos perguntam: ” Se é tão antigo, como chegaram até nós, vão comentar sobre os contos de fadas, se são tão antigos como as fábulas).

Sensibilização: Leitura de  textos que contam sobre a história das fábulas, sempre atuais nos dias de hoje.

Se calcularmos corretamente as fábulas surgiram a aproximadamente 2800 anos. Pois vamos pensar como é que as fábulas chegaram  até nós.

O ideal é começar como a história de textos de todos os gêneros vem perpetuando até hoje.

Para a próxima atividade a partir de pesquisas de textos que os alunos vão realizar na sala de leitura e informática educativa, dar continuidade, em “Lá vem as fábulas”.

Projeto didático – Confabulando reescrita e releitura de fábulas -1

Confabulando com fábulas

Susgetão de projeto  da secretaria municipal de educação de São Paulo – ano/série 3º ano de 8 anos.

Justificativa:enfatizar algumas questões de produção de texto, que possibilitam um olhar renovado sobre o gênero fábulas, analisando como são construídos os sentidos e percebidos pelos alunos.

Produto final: confecção de um livro de fábulas com a contribuição de duplas de alunos e coletivos.

Objetivos: desenvolver a atividade de linguagem oral, leitura, escrita, abrindo uma discussão sobre os valores morais contidos no gênero e sua atualidade, além  da análise linguística que vão garantir a produção de um bom texto escrito.

Processo de aprendizagem: reconhecer a fábula como um produto da cultura humana,  pelos valores sociais, fazendo uso dos recursos linguísticos discursivo próprio do gênero, uso de estratégias e capacidades de leitura, produção de testo, reescrita apropriando-se dos recursos linguísticos nos procedimentos de escrita.

Atividades: apresentar o projeto aos alunos, leitura em voz alta, leitura compartilhada com textos para todos os alunos, reescrita de fábulas, produção de texto, revisão coletiva dos textos em duplas e individual, finalizar e avaliar com a confecção dos livrinhos de fábulas.

Avaliação: No final de um semestre com a contribuição de pelo menos um texto individual ou em duplas de reescritas e textos inéditos, em prosa ou em versos, reflexão e comprometimento na realização das atividades.

Material:  Fábulas em prosa e em versos, pesquisa em livros, e com o uso de hipertextos.

Próxima Entradas mais recentes