Projeto de leitura – Contos infantis I

Objetivo:

Conhecer uma hiatória de contos infantis, verificar se é uma narrativa, poesia, se é um clássico da lietratua mundial, se apareceu em teatro, bállet, cinema, as adaptações em televisão ou utilizados e publicidade.

Compartilhar com os alunos a leitura de uma mportante obra infanto-juvenil, auxiliando ou ensinando os alunos a realizarem uma boa leitura de boas histórias, criar outras situações a partir do personagem de uma leitura realizada tanto, a de voz alta, compartilhada ou oral.

Compartilhar o ler por prazer, ler para aprender e ler para estudar.

Etapas:

O livro pode ser lido coletivamente, ou quando tiver para cada aluno uma leitura individual, dentro da rotina o professor lê todos os dias a leitura em voz alta ou a leitura compartilhada.

Contextualizar a leitura, citando o autor, a importãncia da obra, a leitura da capa e da sinópse.

O professor deve ser o modelo leitor.

 

Muitas atividades podem surgir após a leitura do livro, releitura, re escrita, re conto, adaptação da leitura

continua…….

Gabinete Português de Leitura 3

Image via Wikipedia

Anúncios

Como produzimos? – habilidades e estratégias alimentos da produção ao consumo

Légumes en couleur

Image by gelinh via Flickr

Na prefeitura da cidade de São Paulo, o tema como produzimos está inserida no Tema geral Natureza e sociedade ( trabalha-se na interdisciplinaridade em todas as áreas humanas, físicas e biológicas), tem momento que é história ou geografia ou ciências. O subtema é Produção e Cultura – entra em ítens Alimentos da produção ao consumo e Materiais – da produção ao uso sustentável.

Retomando ao ítem Alimentos da produção ao consumo pode se trabalhar:

em ciências identificando origem e processos básicos da produção de alguns  alimentos não industrializados e industrializados, a partir de estudo de embalagens.

Estudar técnicas de conservação de alimentos como reação resfriamento e adição de substâncias – sal conservantes e ácidos.

estudo de bolores,colônias de bactérias e gases que ocorre com a deteriorização de alimento ou de suas embalagens.

Procurar identificar principais tipos de alimentos .

Descrever processos básicos da digestão para o aproveitamento do alimento pelo corpo.

Já na parte da produção ao uso sustentável podemos realizar experimentos de misturas e reações, transformações materiais, na realização de receitas simples como pães e bolos.

No processo de produção observar  e descrever diferentes materiais que são usados como embalagens na produção e conserva dos alimentos como metais plástico, madeira, vidro em produtos naturais e industrializados. Estudar também a diminuição do lixo doméstico pelo consumo consciente, reconhecendo modos adequados para o descarte dos mesmos.

Identificar a diferença entre o lixo orgânico e outros tipos de resíduos domésticos e o impacto que se produz na natureza.

Material atualizado de estratégias e habilidades e ciências na natureza e na sociedade, pode ser encontrado no portalsme.prefeitura.sp.br

A partir de cada ítem podemos realizar pequenas pesquisas e experiementos pelos alunos.

Os alunos desperdiçam os alimentos da merenda escolar, muitos pegam o alimento e jogam tudo fora, enquanto outros alunos que gostariam de fazer uma segunda refeição, não possa fazê-lo. (continua em outra perspectiva).

Planeta Inseto – Indicação de passeio educativo

Inseto Joaninha

Planeta Inseto – Indicação de passeio educativo

Local: Rua Amâncio de Carvalho, 546 – São Paulo – Capital

Informações e agendamentos para publico e escola: (11)2613-9500/2613-9400

e-mail: planetainseto@biologico.sp.gov.br

site:www.biologico.sp.gov.br

número de alunos:60 a cada visita

Indicação: A exposição Planeta Inseto, tem acompanhamento de monitaria de pessoas ligadas ao Cata vento, disponibiliza ao público de forma interativa, uma pequena amostra da diversidade e aspectos da vida dos insetos e de sua importância no meio ambiente.

No material indicativo (fouder) apresenta os insetos que formam o grupo mais diversificado e dominante de organismos com aproximadamente, um milhão de espécies conhecidas, vivendo em todas as regiões do planeta.

Os alunos realizam circuitos com o conhecimento de determinados grupo de insetos, no caso do 4º ano de 9 anos, iniciou  a visita em um cupinzal, e vivenciando as características dos cupins.

Seguindo para o espaço onde estão os maiores besouros que os  alunos observaram, interagiram com as larvas, a pupa e o besouro, tocando nos insetos de forma a sentí-los na palma dos alunos que se prontificaram em tocá-los, também conheceram alguns besouros em vitro, conservados de foma a serem observados e tocados.

Outro circuito foi conhecer um formigueiro e as características de sua sociedade como convivem em cada ambiente do formigueiro, e a produção de fungos para se alimentar, tendo o formigueiro centralizado no local onde se encontra a rainha.

Seguimos para observar as formigas que vivem em ambiente urbano, além de outros insetos que convivem no pão, no feijão, no farelo de trigo, arroz, e a cultura de fungos do arroz para alimentar determinados insetos, observaram como funciona a lupa  e o microscópio observando  vermes e ácaros.

O setor mais interessante foram os do bicho pau, observando o macho e tocando na fêmea, inseto considerado dócil.

O setor do bicho da seda, de uma qualidade de mariposa, em um recipiente haviam mariposas vivas que não conseguiam se movimentar, caractéristicas, para que não possa deslocar ou voar um dos elos da produção da seda durante a pupa o inseto é morto antes de transformar em mariposa, para não perder a qualidade da seda.

Por último os alunos visitaram o baratódromo, com uma corrida de baratas.

Os alunos realizaram a atividade com atenção, e perguntas para as  dúvidas que surgiram.

Eu como professora indico este passeio educativo para todas as idades, para conhecer melhor os insetos e suas interações no meio ambiente.

Onde a biodiversidade está mais ameaçada no planeta? parte 1

Biodiversidade

Image by Agência de Notícias do Acre via Flickr

Onde a biodiversidade está mais ameaçada no planeta?  parte 1Publicado no Site Planeta Sustentável.Dados coletados em 2008. (necessário uma atualização).  Coletada em http:planetasustentável.abril.uol.com.br/notícia/ambiente/conteudo_239360.shtml(5jan2008)- Guia de Planejamentos e Orientações didáticas para o professor 4º ano ciclo I do ensino de 8 anos DOT-SMESP ( material de apoio para planejamento de atividades. Este  material apresenta – entre 34 pontos indicados por diversas organizações ambientais- os 10 pontos mais críticos do planeta onde a biodiversidade se encontra ameaçada. Estes ponto são chamados de hotspost: são locais que possuem ao menos 1500 espécies de plantas endêmicas e já perderam 70% ou mais de suas áreas originais. Juntas ocupam menos de 3% da is superfície do planeta, mas concentram 50% de todas as espécies vegetais e 42% de todos os vertebrados da Terra.

Esse nome  – hotspost – foi criado em1988 pelo ambientalista britânico Norman Myers para resolver um dos maiores dilemas dos cientistas preocupados com a conservação do planeta: quais os critérios para criar uma área de preservação do ambiente, mantendo a riqueza de espécies na Terra? (continua no próximo post) como este material é de 2008, será necessário realizar uma atualização dos dados dos hotspost sobre biodiversidade.

Por onde anda o Universo ? Projeto didático de Universo ao meu redor

Serra da graciosa Mata atlântica 2 py5aal

Image via Wikipedia

Por onde anda o Universo? – Projeto didático O Universo ao meu redor.

Atividade: levantamento de conhecimento prévio sobre o tema.

Objetivo:

Recuperar conhecimentos prévios  sobre o universo ao meu redor, montando um mapa geral dos desequilíbrios do planeta provocados pelo homem, suas causas e consequências.

Iniciar uma discussão sobre questões ambientais da atualidade.

Discutir sobre o fator de desmatamento e o local mediato que é a Mata Atlântica.

Etapas: organizar em grupos e realizar o levantamento prévio, em listas ou textos.

Repertoriar os alunos com textos atualizados sobre o desequilíbrio planetário, o que vem da natureza e o que é feito pelo homem. Discutir essa diferença.

Para finalizar esta primeira etapa colocar uma questão para os alunos:  Quais  os desequilíbrios feitos pelo homem ao meio ambiente? , depois realizar a pesquisa em materiais de enciclopédias, livros e revistas sobre meio ambiente, verbetes.

Atividade: 4º/5º ano do ensino fundamental I.

Material de apoio: Guia de Orientações Didáticas para o professor de 4º/5º ano – SMESP

Foto sobre a Mata Alântica Siliar

Atividade: Onde encontro água?

Atividade onde encontro água?

Levantamento de conhecimento prévios dos alunos ( hipóteses):

1. Onde a água é encontrada na sala de aula?

2. Como a água é encontrada na sala de aula?

Objetivo: Investigar o que os alunos já conhecem sobre a água.

Reconhecer a água na natureza

Reconhecer os diferentes estados físicos da água ( sólido, líquido e gasoso) e suas mudanças de estado.

Após a pesquisa de onde os alunos  encontram água na sala de aula, depois pedir aos alunos onde pode ser encontrado a água na natureza, pode ser feito um desenho, onde o aluno socializa as várias formas onde a água pode aparecer em seu cotidiano, nos filmes, nas revistas, na internet, nos livros.

Nesta atividade abrir um diálogo em uma roda de conversa verificar o que os alunos consguiram descobrir sobre o estudo da água.

Atividade ideal para todas as salas com o aumento do nível de conhecimento de acordo com a faixa etária dos alunos ano/série.

Material pesquisado do mão na massa ABC da iniciação científica

Água – afunda não afunda

Principio de Arquímedes

Image by Landahlauts via Flickr

Água – afunda não afunda

Objetivo: junto com os alunos observar porque determinados objetos afundam e outros não.

Material: laranja, limão, chuchu, batata, maracujá, uva , giz de cera, parafuso, rolha de garrafa, lápis bacia grande  com água.

Na primeira parte: realizar um levantamento prévio do que os alunos já sabem, apresentar cada material e perguntar aos alunos que irão verificar o peso ods objetos e vão dizer se afunda ou não afunda.

Etapa seguinte só com os alimentos: verificar se as frutas e e legumes vão afudar.

Num segundo momento os objetos que os alunos tem no material escolar e os metais, verificar o que acontece.

Após a observar os experimentos fazer o relatório coletivo, e perguntar aos alunos o que ocorreu em cada evento e se as hipóteses que eles tinham estavam corretos, podendo até pesquisar sobre o assunto em livros e na internet.

Finalmente com a avaliação do coletiva do que ocorreu estudar a Lei  de Arquimedes sobre flutuar e afundar e o deslocamento de água que ocorre de água está será uma atividade que continua em outra oportunidade, onde dois objetos não ocupam o mesmo espaço.

Atividade aplicado pelo ABC da iniciação científica Mão na massa.

Atividade ideal para todós  os anos do ensino fundamental I e Ii, de acordo com o nível de conhecimento da faixa etária atendida.

Lentrete: Não vou dar a resposta desta atividade, procure experimentar com as frutas, legumes e outros objetos e verificar o que ocorre, aquilo que parece ser não é.

Entradas Mais Antigas Anteriores